Ovos: mercado não apresentou boa reposição na abertura da semana
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
PECUÁRIA

Ovos: mercado não apresentou boa reposição na abertura da semana

O mercado se manteve calmo
Por:

Encerrado um dos melhores, senão o melhor momento do ano para o consumo de ovos com o fim do período religioso da quaresma, o mercado se depara com o período da segunda quinzena de abril quando o consumo historicamente mostra enfraquecimento pela perda na capacidade aquisitiva da população. O que poderia manter o mercado mais equilibrado seria uma reposição mais volumosa no primeiro dia de negócios da semana após o final prolongado de Páscoa, o que acabou não acontecendo. Com isso, o mercado se manteve calmo e com certa indisposição dos compradores diante dos atuais preços para adquirir o produto junto aos produtores.

O feriado nacional no decorrer da semana tende a deixar os compradores ainda mais reticentes na aquisição do produto receando aumentar os estoques. Com isso, a pressão deve aumentar e as disponibilidades de mercadoria na base de produção tendem a manter ou aviltar os preços.

Por ora, o preço médio diário se encontra em bom patamar, equivalendo a aumento de 29,1% sobre o mesmo período do ano passado, dando maior sustentação aos produtores que conviveram com enormes prejuízos e buscam recuperar um pouco das perdas. Isso fica mais claro no preço acumulado do ano que alcança R$124,59, significando aumento de 16,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Mas o custo de produção evoluiu muito mais nos últimos dois anos e meio.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.