OVOS/CEPEA: Oferta elevada e cotações em queda marcam o ano

Ovos

OVOS/CEPEA: Oferta elevada e cotações em queda marcam o ano

Avicultor de postura passou por momentos árduos ao longo de 2018
Por:
51 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

O avicultor de postura passou por momentos árduos ao longo de 2018. De acordo com pesquisas do Cepea, o movimento de queda nos preços dos ovos, iniciado em janeiro de 2018, perdurou no correr do ano, salvo períodos específicos em que a proteína apresentou boa recuperação. No geral, a retração nas cotações ocorreu pela elevação da oferta, em virtude, principalmente, dos investimentos que foram feitos para o aumento de plantel nas granjas já existentes.

Diante do cenário baixista, muitos granjeiros intensificaram os descartes das poedeiras mais velhas. No entanto, essa estratégia não trouxe grandes reflexos nos preços, indicando que seriam necessários descartes ainda maiores. Com a maior disponibilidade da proteína no mercado doméstico, o volume de embarques ao front externo também se elevou, contribuindo para que os preços no mercado doméstico não cedessem ainda mais. Além disso, o setor também foi impactado negativamente pela alta nas cotações dos principais insumos utilizados na atividade (milho e farelo de soja).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink