Ovos

Ovos comerciais: volume 8% maior em 2017

Números do IBGE relativos à produção de ovos apontam que produto destinado ao consumo aumentou exatos 8%
Por:
19 acessos

Os números do IBGE relativos à produção de ovos de galinha em 2017 apontam que enquanto a produção total registrou aumento anual de 6,68%, o produto destinado ao consumo – também identificado como ovo comercial, em oposição ao ovo de incubação – aumentou exatos 8% e superou a casa dos 31,3 bilhões de unidades. 

Já a produção de ovos incubáveis aumentou apenas 2%, índice que reflete as dificuldades enfrentadas em 2017, especialmente no segmento de corte. Do total produzido – 695,2 milhões de dúzias, cerca de 8,3 bilhões de unidades – a maior parte (mais de 90%) foi destinada à produção de pintos de corte.

O levantamento do IBGE indica, ainda, que os 3,3 bilhões de dúzias levantados foram produzidos por 1.825 estabelecimentos – 999 deles (54,74% do total) dedicados à produção do ovo de consumo.

Apesar, porém, dos produtores de ovos de incubação situarem-se em número relativamente próximo (826 estabelecimentos, 45,26% do total), sua produção é, como seria de esperar, proporcionalmente mais baixa: pouco mais de 21% do volume total de ovos produzidos – e com redução de participação em relação a 2016.

Vale notar que o levantamento do IBGE não engloba 100% da produção brasileira de ovos, pois os informantes do órgão são estabelecimentos com 10 mil ou mais galinhas poedeiras.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink