Ovos

Ovos férteis: no ano, embarques quase um quarto maiores

O melhor desempenho do ano ocorreu em outubro passado, mês em que o total exportado aumentou 92,3% em relação a outubro de 2016
Por:
80 acessos

Após um início de ano pouco estimulante, em que os volumes registrados ficaram negativos em relação a 2016, as exportações brasileiras de ovos férteis deslancharam. Nos últimos oito meses (março a outubro) apresentaram sucessivo incremento em relação a idêntico período do ano anterior, até mesmo o volume de junho passado (pouco mais de 11,831 milhões de unidades) ficando ligeiramente acima do observado um ano antes.

Mas o melhor desempenho do ano ocorreu em outubro passado, mês em que o total exportado aumentou 92,3% em relação a outubro/16 e 8,4% em relação ao mês anterior. O volume registrado – 19,378 milhões de unidades, perto de 54 mil caixas de 30 dúzias – foi, também, o maior já registrado nos últimos 72 meses, ou seja, desde novembro de 2011.

Graças aos melhores resultados dos últimos dois meses (a média mensal de 13,2 milhões de unidades entre janeiro e agosto subiu para 18,6 milhões de unidades no bimestre setembro-outubro), a média acumulada nos 10 primeiros meses de 2017 é quase um quarto superior à registrada em idêntico período anterior.

Já o acumulado nos últimos 12 meses acusa aumento de pouco mais de 20% em relação a idêntico período anterior.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink