Padrão brasileiro para soja segue normas internacionais
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (-0,04%)


Agronegócio

Padrão brasileiro para soja segue normas internacionais

Por:
6 acessos

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, considerou uma vitória do governo brasileiro a assinatura do acordo com a China, suspendendo o embargo à soja. Na sua avaliação, o entendimento só foi possível graças à argumentação técnica que teve por base a Instrução Normativa nº 15: “Apesar de não adotar tolerância zero, a instrução é coerente com regras internacionais de saúde. Tecnicamente ficou comprovado que isso representa garantia sanitária para a China, para o Brasil e para qualquer outro país”.

O documento assinado segunda-feira destaca a "importância do comércio bilateral e a disposição de resolver os problemas de inspeção e quarentena que surgirem no comércio de soja de modo amigável, científico e positivo". Rodrigues observou, entretanto, que a frustração na expectativa de faturamento para os produtores de soja neste ano é inevitável.

Até maio, houve redução de 20% na venda de soja em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o ministro, a redução se deve, além do embargo, à queda do preço da soja no mercado internacional e aos problemas climáticos no Brasil.

A área técnica do ministério acredita que a maioria da soja está de acordo com as normas em vigor. A fiscalização do ministério continua em busca dos culpados pela contaminação, mas o próprio ministro admite que será difícil localizar os responsáveis.

China

O governo chinês decidiu que não vai mandar fiscais ao Brasil para acompanhar o embarque de soja nos navios. A China, porém, não descartou a possibilidade de enviar um técnico ao país para visitar portos e armazéns. A informação foi divulgada pelo chefe da Divisão de Cooperação Técnica e Acordos Sanitários Internacionais do Ministério da Agricultura, Odilson Ribeiro, que está na China.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink