Palestra em Cruzeiro do Sul aborda principais doenças do cultivo do aipim

Agronegócio

Palestra em Cruzeiro do Sul aborda principais doenças do cultivo do aipim

Com o objetivo de debater as principais doenças do cultivo do aipim, a Emater/RS-Ascar realizou uma palestra sobre o tema
Por:
261 acessos

Com o objetivo de debater as principais doenças do cultivo do aipim, a Emater/RS-Ascar realizou, na última sexta-feira (09/12), uma palestra sobre o tema em Cruzeiro do Sul. A capacitação - que aconteceu no auditório da Escola São Miguel, de Linha Sítio - foi ministrada pelo pesquisador da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), Zeferino Genésio Chielle, que enfocou um dos principais problemas enfrentados pelos produtores: a bacteriose. Na ocasião, Chielle abordou formas de contágio e maneiras eficazes para prevenção.

De acordo com o técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar de Cruzeiro do Sul, Maurício Antoniolli, a capacitação parte de uma demanda dos próprios agricultores. "Ainda que o número de produtores do município tenha reduzido nos últimos anos, o cultivo segue sendo uma das principais matrizes locais", ressalta o técnico. Atualmente, a área plantada em Cruzeiro do Sul supera os 500 hectares, com o envolvimento de mais de 200 famílias. "Mas com agricultores investindo no plantio de milho e soja esse número tem diminuído", analisa.

O produtor Cléo Gustavo Franz valoriza a atividade, ressaltando a importância da qualificação para os produtores. "Já trabalhos com o cultivo há 20 anos, mas penso que sempre tenhamos o que aprender", afirma. Na propriedade em que divide com a esposa Fabrícia Beppler são seis hectares plantados, que rendem por safra uma média de 4,5 mil caixas de 20 quilos da raiz ao ano. "Já tivemos sérios problemas com bacterioses e com o número de produtores diminuindo, é importante que aqueles que fiquem, invistam em qualidade", analisa Franz.

O evento contou ainda com a participação do assistente técnico regional da área de Sistema de Produção Vegetal da Emater/RS-Ascar, Lauro Bernardi; do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Cruzeiro do Sul, Marcos Hinrichsen e do Secretário de Agricultura, Gerson Kolling Hinrichsen, em sua fala, fez uma defesa da Fepagro, ressaltando a importância da entidade para o Estado, como instrumento que não apenas qualifica a produção agrícola por meio de suas pesquisas, como ainda gera recursos para o RS.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink