Palestra sobre agroindústria da uva abre em Petrolina a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Agronegócio

Palestra sobre agroindústria da uva abre em Petrolina a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

A importância econômica do setor de produção e processamento de uva foi um dos conteúdos da palestra Agroindústria da Uva
Por:
883 acessos

A importância econômica do setor de produção e processamento de uva na região, os vinhos e sucos que são elaborados aqui e que fazem sucesso nos mercados nacional e mundial e os estudos que mostram a contribuição dos produtos derivados desta fruta para com a saúde humana. Estes foram os principais conteúdos da palestra Agroindústria da Uva do Vale do São Francisco, ministrada pelo professor do IF Sertão, Marcos  dos Santos Lima na abertura da 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.
 
O evento, que levou um público formado basicamente de estudantes e professores ao Teatro Dona Amélia na tarde desta terça-feira (18), começou com a apresentação do espetáculo ‘Batuques’ pela Cia. Balançarte. Depois o gerente do Sesc Petrolina, Hednilson Bezerra deu as boas vindas e lembrou o principal objetivo da semana, que é coordenada em todo país pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. “Estamos aqui para aproximar a ciência e a tecnologia da população com o tema ‘Ciência alimentando o Brasil’, adiantou.
 
Falaram ainda, durante a abertura dos trabalhos, a coordenadora do evento, Elisangela Magalhães e os representantes da Mostra Prismas do Som (Projeto Sesc Ciência do Departamento Nacional do Sesc), Leo Fuks (idealizador) e Leonardo Moraes  (curador). Depois o público se dirigiu ao Ginásio do Sesc, onde pôde conferir até às 18h, uma feira de exposições com um leque diversificado de produtos, orientação nutricional, saúde holística, museu de ciências e um show musical com Augusto Barroso e banda.
 
Outra atração que chamou a atenção foi a Mostra Sesc Prismas do Som, com uma proposta de educação pela acústica musical. São 20 estações compactas de experimentação e demonstração, onde o visitante é apresentado a uma série de instrumentos incomuns. O resultado é uma verdadeira caixa de ressonância com experimentações, criações e improvisações sonoro-musicais.

Com uma programação até a próxima sexta-feira (21), distribuída nas dependências do Sesc, Senai e na Embrapa Semiárido, a SNCT 2016 prossegue com minicursos, palestras e oficinas, abordando assuntos como a qualidade dos alimentos, agricultura familiar, agrotóxicos e programas de segurança alimentar. Durante todos os dias, das 8h às 18h, o Ginásio do Sesc ficará aberto com as exposições.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink