Palestra virtual aborda manejo de poda de cajueiros
CI
Imagem: Pixabay
AGRICULTURA

Palestra virtual aborda manejo de poda de cajueiros

O 3º seminário do ciclo sobre cajucultura aborda a importância de se realizar uma poda bem feita dos cajueiros
Por:

O terceiro seminário do ciclo sobre cajucultura aborda a importância de se realizar uma poda bem feita dos cajueiros. A palestra virtual ficará a cargo de Raimundo Nonato Martins, técnico da Embrapa Agroindústria Tropical. A iniciativa é um esforço em conjunto da Embrapa e do Banco do Nordeste visando aprimorar os conhecimentos sobre a cultura do caju, tendo em vista maior ganho de produtividade. O tema da palestra desta quarta, dia 14, é "Manejo de poda de cajueiro". A transmissão ocorrerá a partir das 18h no canal da Embrapa no Youtube: https://youtu.be/4QFL2DYlWXc

Não é necessário fazer inscrição de forma antecipada. A ação integra o Programa de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste (Prodeter). Produtores de três territórios atendidos pelo programa deverão participar dessa capacitação remota: Território Vale do Guaribas (Piauí), Território Litoral Leste Cearense (Ceará) e Território do Mato Grande 1 (Rio Grande do Norte).

Em 2021, a Embrapa Agroindústria Tropical realizará uma série de lives, lançamentos de publicações e ferramentas de comunicação voltadas à cajucultura, seguindo o calendário da cultura. O objetivo é aproximar ainda mais os produtores rurais das tecnologias, produtos e serviços desenvolvidos pela empresa. 

Cajucultura

A cultura do cajueiro é explorada por aproximadamente 170 mil produtores, dos quais 70% são pequenos agricultores com áreas inferiores a 20 hectares. Estima-se que a atividade gere em torno de 250 mil empregos diretos e indiretos. Na Região Nordeste, sua importância é ainda maior, pois a demanda por mão-de-obra para a colheita coincide com o período de entressafra das culturas anuais de subsistência, ou seja, o segundo semestre do ano. Plantio de material genético de qualidade de cajueiro-anão e manejo adequado de solo e das plantas são estratégias importantes para a revitalização da atividade, conforme os técnicos da Embrapa. Essas e outras dicas serão ministradas ao longo do ciclo.

Prodeter

Lançado em 2016, o Prodeter trabalha a partir dos eixos da sustentabilidade social, econômica e ambiental. A sustentabilidade social é garantida pelo incentivo ao associativismo e pelas ações coletivas coordenadas pelos comitês locais. A dimensão econômica é fortalecida pelos incentivos à capacitação dos produtores, que resulta na incorporação de inovações e aumento da capacidade produtiva. Já a sustentabilidade ambiental é fortalecida pela agregação do conhecimento técnico e científico e conhecimento prático dos produtores.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink