Pampa, um bioma de muitos campos
CI
Agronegócio

Pampa, um bioma de muitos campos

Características da região exigem atenção especial do Projeto Biomas
Por:
Características da região exigem atenção especial do Projeto Biomas
 
A equipe do projeto Biomas visitou mais uma propriedade no Pampa gaúcho, a estância Guatambu, no município de Dom Pedrito, a 40 quilômetros de Bagé, região da fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. “O projeto deverá conceder atenção especial à implementação de árvores neste bioma, tendo em vista as características específicas relacionadas a presença dos campos”, explica o coordenador do Biomas, Gustavo Curcio.

Nesta etapa, os pesquisadores, após avaliação técnica, vão escolher a propriedade em que as pesquisas serão desenvolvidas. “Estivemos em contato com vários produtores rurais e visitamos algumas fazendas. Os proprietários se mostraram muito interessados e dispostos a colaborar, o que é muito bom, pois a escolha da propriedade é uma etapa fundamental para o sucesso do projeto”, conta a bióloga e consultora da Embrapa, Annete Bonnet.

                                                                                                                                                              Foto: Roberto Jayme
 
A expectativa é grande entre os proprietários. “Quanto mais estudarmos os biomas, a natureza, mais precisão o produtor rural terá para conduzir o trabalho no campo. Além disso, existe a questão ambiental. Precisamos aprender como preservar o meio ambiente e as vantagens que isso nos traz”, avalia o proprietário da estância Guatambu, Valter José Pötter.

Os pesquisadores da Embrapa também se reuniram com integrantes da Emater em Bagé. “O encontro só comprova a multidisciplinaridade do projeto. A parceria com a Emater, além de gabaritar tecnicamente ainda mais o projeto, deverá auxiliar a difusão dos resultados das pesquisas”, explica o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Leandro Volk.
 
Sobre o Projeto Biomas

O projeto é uma parceria entre Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Os estudos já estão sendo desenvolvidos em cinco dos seis biomas brasileiros. Os pesquisadores buscam soluções para a produção sustentável de alimentos, a partir da reintrodução da árvore nas propriedades rurais do Brasil.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink