Paraguai intensifica fiscalização da vacinação contra febre aftosa
CI
Agronegócio

Paraguai intensifica fiscalização da vacinação contra febre aftosa

Vacinação é obrigatória e ocorrerá do dia 1º de fevereiro até 2 de março
Por:
O Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal do Paraguai (SENACSA) informa ter enviado equipes de auditores técnicos para acompanhar o processo do primeiro período de vacinação contra febre aftosa do país no ano. A vacinação é obrigatória e ocorrerá do dia 1º de fevereiro até 2 de março em todo o território nacional.

Os auditores visitarão as comissões de saúde animal, revendas que comercializam as vacinas e verificarão o processo de vacinação de todos os produtores a fim de comprovar o cumprimento das normas de vacinação e o seguimento do plano de imunização.

O SENACSA afirma que o controle sobre a habilitação das revendas e centros de distribuição da vacina contra febre aftosa, assim como sobre a movimentação de bovinos vivos, será rigoroso.

Devido à ocorrência do foco de febre aftosa no país em setembro, o governo paraguaio indicou que houve falha na fiscalização da vacinação no ano passado.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.