Paraná estima safra recorde de grãos


Agronegócio

Paraná estima safra recorde de grãos

Por: -Admin
1 acessos

Considerando produção de inverno e verão, o Paraná poderá colher 27,34 milhões/t, 24% superior a 2001/2002. A produção total de grãos para a safra de verão paranaense foi reavaliada ontem para 24,028 milhões de toneladas, o que significará um aumento de 19,5% em relação às 20,116 milhões/t colhidas ano passado, segundo o último levantamento divulgado ontem (5/5) pelo Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura do Paraná.

Considerando-se a safra total de grãos ( colheitas de verão e inverno) o Paraná poderá colher 27,34 milhões/t, o que significará uma safra recorde, 24% superior a de 2001/2002.

Essas estimativas baseiam-se nas colheitas de algodão, amendoim, arroz ( sequeiro e irrigado), café, feijão (águas, seca e inverno), soja e milho safrinha, esta última ainda em fase de conclusão e suscetível de alterações. O milho safrinha apresenta o maior crescimento na área de plantio - 22,4%, - o que significa que foram semeados 1,207 milhão de hectares, contra 985 mil/ha na safra 2001/2002.

Milho tem maior crescimento

Caso as condições climáticas permaneçam favoráveis, a safrinha de milho deverá ser a de maior crescimento na produção, com 6,16 milhões/t, quase dobrando em relação ao ano passado, quando houve queda de produtividade em decorrência de clima adverso, o que ainda não ocorreu este ano.

A produção da safra normal de milho está reavaliada para 8,09 milhões/t, com crescimento de 7% sobre a safra anterior. Embora a área cultivada tenha sido reduzida em 3,6%, a produtividade aumentou 11,6% e está estimada em 5.580 kg/ha, rendimento recorde no estado. Somando-se as duas safras de milho, a estimativa é que o Paraná colha 12,25 milhões/t, com crescimento de 26,6% sobre o ano passado.

No total, os produtores paranaenses semearam este ano uma área de 7,03 milhões de hectares na safra de verão, ou 7,3% a mais que na safra anterior. Milho e soja responderam por 95% da produção da safra de grãos de verão no Paraná.

Segundo ainda o Deral, das lavouras semeadas na primavera-verão, a soja, com 96% da área semeada já colhida, foi a que apresentou maior aumento na área de cultivo ( 8,76%), com uma produção reavaliada para 10,65 milhões/t, abaixo da estimativa de março último, que foi de 10,79 milhões/t. A produtividade média, entretanto, ficará próxima a 3 mil kg/ha, superando a do ano passado, que foi de 2.870 kg/ha. Cerca de 44% da safra já foram vendidas.

Algodão reduz área plantada

Ao contrário da soja, o algodão foi a cultura que teve a maior redução na área plantada ( -16,3%), com 29,4 mil/ha plantados e previsão de produção de 68,2 mil/t em algodão de caroço o que significa uma redução de 16% . Cerca de 88% da área já foram colhidas e 62% da safra já foram comercializadas. A região de maior destaque é a Oeste com média de 7.300 kg/ha.

Safra das águas em fevereiro

O Estado deverá produzir ainda 698.183 toneladas de feijão (águas, seca e inverno), com crescimento de 12,4% sobre o ano anterior ( 621. 231 t). A safra das águas foi encerrada em fevereiro com produção de 497.202 toneladas. A safra das secas apresenta-se com 37% das lavouras colhidas e previsão de 187.467 toneladas enquanto a de inverno está em fase de plantio em área de 18,7 mil/ha e previsão de produção da ordem de 12,3 mil/t. Até ontem 65% da produção total de feijão já estava comercializada em todo o estado.

Conforme ainda o Deral, o Paraná produziu ainda 7,5 mil/t de amendoim; 175 mil/t de arroz e estima-se uma colheita de 1,67 milhão de sacas de café beneficiado. A safra de grãos de inverno encontra-se com 18% da área semeada no estado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink