Paraná faz acordo para combater gripe aviária

Agronegócio

Paraná faz acordo para combater gripe aviária

O Estado aderiu formalmente ao Plano de Prevenção da Influenza Aviária
Por:
11 acessos

O governo do Estado do Paraná aderiu formalmente ao Plano de Prevenção da Influenza Aviária e de Prevenção e Controle à Doença de Newcastle, desenvolvido pelo governo federal, durante encontro entre o secretário da Agricultura do Paraná (SEAB), Valter Bianchini, e o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Afonso Kroetz. Para Kroetz, a adesão do Paraná é um marco importante para a avicultura nacional pelo fato de ser responsável por mais de 25% das exportações brasileiras de aves.

O presidente do Sindicato da Indústria Avícola do Estado do Paraná, Domingos Martins, disse que a adesão ao programa contou com total apoio do setor privado. Segundo ele, o setor emprega mais de 500 mil pessoas e as empresas estão criando um fundo privado com objetivo de oferecer ainda mais segurança a esses trabalhadores.

O Paraná encaminhou a Brasília documentos detalhando a situação do estado em relação às normas para aderir ao programa. O próximo passo será a realização de uma auditoria federal para aferir as informações. Esta auditoria será realizada entre 30 e 40 dias após a entrega dos documentos e servirá para definir em qual das cinco faixas (A, B, C, D ou E) o Paraná será enquadrado.

Além do Paraná, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Goiás, São Paulo, Tocantins, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Ceará, Santa Catarina e Pernambuco aderiram ao programa. Destes, apenas os dois últimos já foram auditados.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink