Agricultura

Paraná tem ‘sprint’ na lavoura e consegue adiantar o plantio da safra 2017/18

Percentual de semeadura da soja já deixou o da temporada passada para trás; ritmo de plantio do milho verão está praticamente empatado
Por:
823 acessos

Com chuvas bem distribuídas ao longo das últimas semanas, o Paraná conseguiu recuperar o ritmo de plantio na safra 2017/18.

No caso da soja, segundo o Departamento de Economia Rural (Deral) da secretaria estadual de agricultura, os trabalhos foram concluídos em 66% dos 5,45 milhões de hectares dedicados à oleaginosa, o que representa um aumento de 3% em área. Nesta mesma época do ano passado, a semeadura estava em 60%.

Para o milho, cujo plantio começa em setembro e sofreu, portanto, com a estiagem prolongada naquele mês, os trabalhos continuam atrasados, mas bem menos do que há algumas semanas. Até o momento, os produtores paranaenses semearam 89% do milho verão, contra 93% no ano passado.

Confirmando a expectativa do mercado, inclusive, o Deral revisou para baixo a área plantada com o cereal. Em setembro, o departamento estimava uma queda de 33% em virtude das condições de mercado pouco favoráveis. Agora, o recuo previsto é de 34%. Ao todo, o estado deve cultivar 338,45 mil hectares com milho primeira safra.

Para o Deral, o Paraná deve colher ao fim da temporada 19,53 milhões de toneladas de soja (-1%) e 3,07 milhões de toneladas de milho (-38%).

Trigo

As chuvas não impediram o avanço na colheita do trigo 2016/17, que está adiantada em 8%, em parte porque a área semeada também foi menor. Os trabalhos de campo foram concluídos em 83% da área prevista. Depois de uma safra perfeita, a cultura sofreu uma série de adversidades climáticas e deve fechar a temporada com 2,25 milhões de toneladas, queda de 34,2%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink