Paranaenses apresentam a Furlan plano de exportação


Agronegócio

Paranaenses apresentam a Furlan plano de exportação

Por:
1 acessos

O presidente da Federação das Associações Comerciais, Industriais e Agropecuárias do Paraná (Faciap), Jefferson Nogaroli, e o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Mercosul, Luiz Mussi, estarão hoje em Brasília para buscar apoio a novos projetos e alavancar negócios no Paraná. Eles apresentarão propostas para o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan.

Segundo Nogaroli, a reunião tem a intenção de criar um canal direto com o ministro. "Além disso, também estaremos apresentando o Instituto Paranaense de Promoção à Exportação (IPPEX), um projeto da Faciap que está em fase de planejamento", revela. O IPPEX deve ser lançado no segundo semestre deste ano.

Outro projeto apresentado será um plano estratégico para o desenvolvimento agroindustrial para o Brasil seguindo um estudo paranaense realizado pela Secretaria da Indústria, Comércio e Mercosul. A proposta tem como objetivo incrementar a competitividade e estimular o crescimento do complexo agroindustrial. O programa apresenta uma nova realidade para o desenvolvimento do setor: a necessidade de transformação, diversificação e agregação de valor aos produtos agroindustriais.

A pesquisa foi realizada com base nos dados do Departamento de Economia Rural (Deral), que indica o Paraná como o maior produtor nacional de grãos, com uma produção de aproximadamente 21 milhões de toneladas, na safra 2001/2002 somando-se as culturas de verão e inverno.

Apoio

O encontro com Furlan também vai formalizar o apoio do governo federal ao movimento "Paraná Mais Competitivo", programa organizado por entidades paranaenses, como Faciap, Sebrae/PR e o Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP), e que agora se chama "Brasil Competitivo". O projeto tem a intenção de sensibilizar os empresários para ações de inovação tecnológica e administração empresarial.

Uma das ações será a fundação do Fórum de Competitividade Estadual, que vai estimular o aumento da vantagem competitiva entre órgãos públicos e empresas privadas. O Fórum irá, em um primeiro momento, sensibilizar os empresários, e depois fornecer ferramentas de gestão, como consultorias, para que as empresas se tornem mais competitivas. Outro objetivo é a criação do prêmio "Paraná Excelência em Gestão", que vai reconhecer os esforços e resultados que privilegiem a excelência em gestão administrativa.

Nogaroli e Mussi também vão apresentar ao ministro Furlan um programa de desenvolvimento florestal, que está sendo desenvolvido pela Secretaria da Indústria, Comércio e Mercosul. Um das prioridades do projeto é o financiamento aos empresários do setor e a sensibilização para o reflorestamento.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink