Paranaguá e Antonina estabelecem acordo com o Porto de Barcelona

Agronegócio

Paranaguá e Antonina estabelecem acordo com o Porto de Barcelona

Acordo visa a troca de experiências para o desenvolvimento de projetos conjuntos
Por:
1374 acessos
O superintendente dos portos de Paranaguá e Antonina, Airton Vidal Maron, assina nesta segunda-feira (23), na Espanha, um acordo de cooperação técnica entre os portos paranaenses e o Porto de Barcelona. O acordo visa a troca de experiências para o desenvolvimento de projetos conjuntos, com o objetivo de aumentar o comércio portuário, a eficiência e a agilidade das transações comerciais entre ambos os portos.


Para o superintendente Airton Vidal Maron, o acordo de cooperação com Barcelona irá permitir ainda a intensificação da comercialização de produtos entre os portos. “A intenção é identificar as cadeias logísticas entre os dois portos e trabalhar na fidelização destas transações para, depois disso, possibilitar a ampliação do comércio entre os portos”, explicou.

Hoje, entre os principais produtos exportados por Paranaguá para a Espanha está o milho, farelo de soja, soja, papel e madeira. Considerando todas as exportações, em 2010 foram exportadas 574 mil toneladas de produtos, gerando receita de US$ 204,6 milhões. Já nas importações, o destaque é o fertilizante (cloreto de potássio).


Além da ampliação comercial, o presidente da Autoridade Portuária de Barcelona, Sixte Cambra, quer implantar uma marca de qualidade entre as transações dos dois portos. A idéia é promover a adesão ao sistema de qualidade por parte de todas as empresas envolvidas nos processos comerciais entre os dois portos, com o objetivo de garantir a qualidade e eficiência dos processos, desde a origem até o destino final da mercadoria.

Bélgica – Em abril deste ano, a Appa firmou um protocolo de intenções com o Porto de Ghent, na Bélgica. A assinatura aconteceu durante a Intermodal South América, em São Paulo. O objetivo do protocolo é a troca de informações operacionais, tecnológicas, comerciais, além de modelos de gestão. O acordo entre os portos visa ainda o desenvolvimento de ações em conjunto, promovendo o fomento tecnológico e cultural, com o objetivo de desenvolver as atividades comerciais e intensificar o tráfego marítimo entre o Brasil e a Bélgica.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink