Pecuária aumentou rebanho e reduziu área de pastagem no Brasil
CI
Agronegócio

Pecuária aumentou rebanho e reduziu área de pastagem no Brasil

Especialista aponta "sustentabilidade"
Por: -Leonardo Gottems

Mesmo com o aumento de 12,1% no rebanho bovino nos últimos dez anos, a pecuária brasileira reduziu a área utilizada como pastagem em 10,7%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), considerando o período compreendido entre 1996 e 2006. 


"O pecuarista brasileiro está cada vez mais profissional e adepto a novas tecnologias e vem conseguindo produzir mais em uma área menor, sem desmatar, tanto que neste período analisado, a área de pastagens naturais utilizada pelo setor caiu 26,6%, saindo de 78 para 57 milhões de hectares", analisa a gestora do Departamento de Economia da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Adriana Mascarenhas. 


“O Brasil é um país estratégico no cenário mundial para atingir a meta de atender a demanda mundial de alimentos. Para alimentarmos a população de 9 bilhões de habitantes projetados para 2050, nossa produção mundial precisa aumentar 280 milhões de toneladas até 2020 e 450 milhões de toneladas até 2030", ressalta Adriana.


A economista da Famasul ministrará uma palestra sobre este assunto no 1º Congresso Nacional de Inovações Técnico-Científicas, Inclusão Social e Valor Agregado do Agronegócio (CNAgro), que será realizado entre os dias 02 e 04 de junho, em Dourados/MS, no Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran). O tema da palestra da especialista é: “Cenários, viabilidade econômica, social e ambiental do Sistema Agropecuário” e acontecerá nesta segunda-feira (02.06), às 19h40. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink