Pecuária de corte é a segunda cadeia mais importante para o Mato Grosso
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
AGRONEGÓCIO

Pecuária de corte é a segunda cadeia mais importante para o Mato Grosso

No comparativo com o último resultado de 2020, o avanço observado foi de 31,77%
Por: -Eliza Maliszewski

Segundo a 4ª estimativa do Valor Bruto da Produção (VBP) divulgado pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) para o ano de 2021, a pecuária de corte continuou sendo a segunda cadeia que mais contribuiu no VBP no Mato Grosso.

De acordo com a nova estimativa, a agricultura representou cerca de 77,50% da participação no VBP, ante a 22,50% da pecuária. Nesse sentido, a pecuária de corte exibiu share de 18,66% e a estimativa é de que o indicador some R$ 25,33 bilhões. Na quantidade total, ficou atrás somente da soja, que contou com 48,73% do total do estado. No comparativo com o último resultado de 2020, o avanço observado foi de 31,77%.

"É importante salientar que esse cenário continuou sendo pautado, principalmente, pela alta nos preços do boi gordo observados até o momento, devido à menor disponibilidade de animais. Para se ter ideia, a cotação média da arroba de jan.21 a set.21 registrou acréscimo de 37,78%, ante o mesmo período do ano anterior. Por outro lado, a produção estimada apresentou queda de 4,92% – resultado do menor abate de animais em Mato Grosso", disse o Imea.

Por ordem de importância aparecem no estado a soja com 48,73%; pecuária de corte com 18,66%; milho com 15,32%; algodão com 11,10% e outros produtos representam 6,18%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.