Agronegócio

Pecuaristas de Rondonópolis (MT) são divididos em 2 grupos

As duas frentes são formadas pelos produtores da pecuária extensiva e por pecuaristas representados por colonizadores
Por: -Talita Ormond
4 acessos

O secretário municipal de Agricultura e Pecuária, Adão Hipólito Garay da Silva, dividiu os pecuaristas em duas frentes. Os primeiros são os assentados que estão concentrados em áreas periféricas da cidade como os assentamentos da Mata Grande, Macaco, Três Pontes, Campo Limpo e Paulista. Esses lugares se destacam como produtores de pecuária extensiva, para leite e corte, em pequenas quantidades.

São pelo menos 25 hectares disponibilizados para esse segmento. A criação de aves também concentra-se nas pequenas propriedades, especialmente as relacionadas com a galinha caipira. A comercialização acontece, geralmente, nas feiras livres.

Em função disso, a secretaria de Agricultura nao apresenta uma contabilidade exata do número de produção de leite e corte, uma vez que a comercialização em feiras dificulta uma amostragem correta. O outro grupo de pecuaristas são representados pelos produtores rurais advindos da colonização da região, aplicando técnicas para cultivo de subsistência.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink