Pedro Arraes é nomeado diretor-presidente da Embrapa

Agronegócio

Pedro Arraes é nomeado diretor-presidente da Embrapa

A posse de Pedro Arraes deverá ocorrer na próxima semana
Por:
252 acessos

O pesquisador Pedro Antônio Arraes Pereira, 56 anos, é o novo diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A nomeação de Arraes foi publicada na edição da terça-feira (7) do Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo presidente em exercício, José Alencar, e pelo ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. A posse de Pedro Arraes deverá ocorrer na próxima semana, quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, retornar do exterior, uma vez que ele faz questão de comparecer à solenidade.

A escolha do pesquisador para o cargo atendeu aos requisitos de excelência acadêmica e sua experiência em gestão o qualifica para conduzir as atividades da empresa. Engenheiro agrônomo, formado pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Pedro Arraes é pesquisador da Embrapa Arroz e Feijão, em Santo Antônio de Goiás/GO, há 29 anos e, desde 2008, ocupava o cargo de chefe-geral da unidade.

Arraes é mestre e doutor em melhoramento e genética de plantas pela Universidade americana de Wisconsin e pós-doutor em genética molecular e marcadores em feijoeiro comum, pela Universidade da Califórnia (EUA). Ainda no segundo ano da graduação, recebeu bolsa de iniciação científica para trabalhar com fixação de nitrogênio.

Na Embrapa, foi pioneiro do programa de melhoramento genético, que resultou no lançamento de novas variedades de feijão. Uma delas é a cultivar pérola, um tipo de feijão carioca, que recebeu essa denominação numa referência ao desenho do grão que lembra a calçada de Copacabana.

Na década de 90, Pedro Arraes, assumiu, pela primeira vez, a chefia-geral da Embrapa Arroz e Feijão, quando estruturou o laboratório de marcadores moleculares da unidade, como suporte às áreas de pesquisa e geração de produtos, para atender as exigências do consumidor. Entre 2004 e 2007 o pesquisador coordenou o Labex, Laboratório da Embrapa em Washington.

Ao longo da carreira científica gerenciou vários comitês da empresa e participou de mais de 80 reuniões científicas nacionais e internacionais. É orientador de teses acadêmicas. Esteve em missões oficiais do governo brasileiro ao exterior, além de reuniões da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Banco Mundial e Banco Interamericano, na capital norte-americana.

Confira o currículo e leia entrevista do novo diretor-presidente da Embrapa, Pedro Arraes, sobre os desafios no cargo e a importância da pesquisa para o agronegócio brasileiro.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink