Pequenos agricultores têm feijão como principal fonte de renda

Agronegócio

Pequenos agricultores têm feijão como principal fonte de renda

Por:
274 acessos

Prudentópolis é reconhecido como o maior produtor de feijão preto do Brasil. Das 350 mil toneladas produzidas no país, 40 mil saem do município, o que representa 12% do que vai para a mesa dos brasileiros todos os dias. Mas as duas últimas safras não foram muito animadoras.

Na safra da seca, que acontece entre este mês e maio, a falta de chuvas fez a produção cair 30%, reduzindo para 360 mil a estimativa de 750 mil sacas. A situação se torna ainda mais grave quando se leva em consideração que no mês de dezembro, na chamada safra das águas, houve uma queda de produção de 60% por causa do mau tempo. "E a situação pode piorar se não começar a chover de verdade", alertou o secretário municipal de Agricultura, Adelmo Klosowski.

O feijão é a principal cultura de 75% dos pequenos agricultores do município, o que representa mais ou menos 5.800 famílias, entre as 8 mil que sobrevivem da agricultura familiar no município. "Podemos dizer que quase 100% dos agricultores de Prudentópolis plantam feijão. Mesmo aqueles que têm outras culturas como principal, a de feijão está como secundária", explicou o gerente da Emater de Prudentópolis, Divanzir Batista.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink