Perdigão amplia unidade de Rio Verde (GO)


Agronegócio

Perdigão amplia unidade de Rio Verde (GO)

Por:
18 acessos

A Perdigão anuncia hoje a expansão do Complexo Agroindustrial de Rio Verde, em Goiás, considerado um dos maiores e mais modernos da América Latina. A ampliação da unidade será financiada com recursos próprios, do governo estadual e do Banco do Brasil (BB). Os investimentos na ampliação serão divulgados durante a cerimônia de inauguração da unidade, que será realizada hoje. Desde 1996, quando foi anunciada a construção do complexo, a empresa investiu R$ 700 milhões na estrutura que ocupa 2 milhões de metros quadrados no Distrito Agroindustrial Rio Verde II.

Dois frigoríficos

Com área industrial de 107 mil metros quadrados, o projeto contou com apoio financeiro do BNDES e do Banco do Brasil no valor de R$ 290 milhões. O complexo reúne dois frigoríficos - para aves e para suínos - fábrica de rações, incubatório, unidade para industrialização de alimentos e fábrica de massas e produz atualmente 60 mil toneladas de frango, 30 mil toneladas de suínos e 90 mil toneladas de produtos industrializados por ano.

A produção é vendida no mercado interno e exportada para 14 países. Na área agropecuária - que soma 1,543 milhão de metros quadrados - estão instaladas granjas de matrizes, central de inseminação artificial e mais de 900 módulos para criação de aves e suínos.

Em construção desde 1997, com o início das atividades em junho de 2000, quando entrou em operação a unidade de suínos, a unidade passou a produzir massas em 2002. A Perdigão - uma das maiores companhias de alimentos da América Latina, com 24 mil funcionários - prevê crescimento de 8% no faturamento este ano em relação aos R$ 3,3 bilhões de 2002. No ano passado a empresa se destacou como a segunda maior exportadora de frango e terceira de suínos, com produtos distribuídos em cerca de 70 países.

Mercado externo

Um grupo de representantes de empresas do setor alimentício - indústria, "food service", processadores de alimentos - da Europa está visitando o complexo agroindustrial da Perdigão. O continente europeu é o principal mercado em receitas da empresa, e respondeu por 30% das exportações da Perdigão em 2002. Os principais produtos exportados para a Europa são os elaborados, de alto valor agregado.

O objetivo da visita é apresentar aos europeus toda cadeia de produção e destacar o alto nível conquistado pela empresa em tecnologia, rastreabilidade e segurança alimentar de seus produtos.

O grupo, formado por 25 pessoas - entre clientes ativos e clientes em potenciais - da Alemanha, Dinamarca, Holanda, Inglaterra e Irlanda, vai visitar também as unidades industriais de Lages (SC), onde são produzidas as linhas de pratos prontos congelados, pizzas, pães de queijo e outros, Capinzal (SC) e Marau (RS), onde são abatidas aves e processados cortes cozidos e empanados. Os europeus também vão a Carambeí (PR), unidade de produção de peru.

Com essa visita, a Perdigão quer intensificar o processo de sensibilização das autoridades da União Européia, visando a abertura daquele mercado às exportações de suínos, trabalho que vem sendo desenvolvido pelo governo e setor privado.

Luciana Franco


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink