Pernambuco reivindica reconhecimento de área livre da aftosa
CI
Agronegócio

Pernambuco reivindica reconhecimento de área livre da aftosa

Há 13 anos o Estado não registra ocorrência da doença
Por:

Há 13 anos sem nenhuma ocorrência de febre aftosa, o Estado de Pernambuco poderá ser reconhecido como área livre da doença. Nesta quarta-feira (1º), o ministro da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), Antônio Serrano, recebeu o secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Ranilson Ramos, além de sete representantes de outros estados nordestinos que tentam dar celeridade ao processo de reconhecimento na região.

Neste mês de setembro, um teste de sorologia será feito em 300 propriedades escolhidas por sorteio, onde será realizada a coleta de 30 amostras. Segundo o secretário Ranílson Ramos, o Estado, que conta com aproximadamente 11 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos, está há quatro anos com índices de vacinação superiores a 93%.

DOENÇA - A febre aftosa é uma doença viral contagiosa que afeta bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos, suínos e outros animais que possuem cascos fendidos. A preocupação em torno da doença se deve aos prejuízos econômicos, já que a disseminação ocorre de forma muito rápida, sendo a propriedade, onde a doença é detectada, interditado, sendo proibida a venda de carne.

Os principais sintomas são aftas na boca e na gengiva, feridas nas patas e nas mamas. O animal apresenta febre alta perda de peso, dificuldade para pastar e produzir leite. O animal apresenta dificuldade para se alimentar e locomover. Na ovinocultura de leite, é grande a perda de produtividade.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink