Perspectiva mostra uma redução nas lavouras de arroz

Arroz

Perspectiva mostra uma redução nas lavouras de arroz

Tendência é que esse padrão meteorológico continue inalterado ao longo de toda a safra
Por:
344 acessos

O avanço de uma frente fria pela região Sul do Brasil mantém o tempo instável e com chuvas generalizadas sobre todas as regiões produtoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e sul do Paraná.

Essas chuvas estarão inviabilizando todos os trabalhos de campo, como a colheita do trigo e plantio do milho, soja e, principalmente do arroz. Por outro lado, essas chuvas estarão mantendo os solos com níveis bastante adequados ao pleno desenvolvimento das lavouras.

Somente o arroz é que vem sendo bastante prejudicado por essas chuvas, já que muitos produtores não conseguem finalizar o plantio e assim, a perspectiva é de uma redução no potencial das lavouras, por conta desse atraso no plantio, na qual em muitas regiões do Rio Grande do Sul, a janela ideal de plantio já se encerrou.

A partir desta quinta-feira, são esperadas chuvas sobre grande parte das regiões produtoras do Sudeste e Centro-Oeste durante a quinta e o domingo o que irá manter os solos com níveis muito bons de umidade, favorecendo o pleno desenvolvimento das culturas. Por outro lado, atrapalha a colheita da cana de açúcar, que já está sendo bastante afetada pelas chuvas regulares que vem ocorrendo em São Paulo, Minas Gerais, Goiás e no norte do Paraná.

E esse padrão meteorológico, mesmo de chuvas irregulares ainda, no Sudeste e Centro-Oeste permitiu e vem permitindo que o plantio da soja esse ano, ocorresse num ritmo bastante acelerado e, sobretudo, a plantabilidade das lavouras está perfeita. Pouquíssimas foram as áreas que tiveram que ser replantadas. Não chegando nem a 0,2% do total já semeado em todo o Brasil.

Porém, o maior percentual de replantio não está ligado a seca e sim, as fortes chuvas que ocorreram, principalmente no Paraná, logo após o plantio. Sendo que em outras regiões também foi registros replantios, mas esse ano, esse percentual é o mais baixo da história.

E segundo os modelos a tendência é que esse padrão meteorológico continue inalterado ao longo de toda a safra. Lembrando que essa irregularidade ainda se manterá, infelizmente. Mas mesmo assim, as perspectivas são excelentes para essa safra de grãos, bem como para o café, cana de açúcar e laranja.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink