Pesca de plástico chega à América do Sul

SUSTENTABILIDADE

Pesca de plástico chega à América do Sul

Ação promovida pela FPT Industrial realizou a limpeza das margens da Lagoa da Boa Vista
Por:
667 acessos

Sempre pensando em um amanhã melhor e um futuro mais sustentável, a FPT Industrial traz ao Brasil “A Pesca de Plástico”, inédita ação no país que promove a consciência ambiental e reforça o espírito de inovação da marca da CNH Industrial, líder no desenvolvimento de tecnologias em powertrain e soluções em novos combustíveis, como Etanol, Gás Natural e Biometano. Realizada com sucesso na Itália, onde mais de três toneladas de plástico foram recolhidos no Mar Adriático em apenas um mês, a iniciativa chega à Sete Lagoas, em Minas Gerais.

Colaboradores da fábrica da marca no Brasil, instalada no município mineiro, atuarão na limpeza das margens da Lagoa da Boa Vista, um dos cartões postais de Sete Lagoas, com intensa atividade esportiva e vida noturna. A população e empresas parceiras da FPT Industrial serão engajadas a participar do projeto, que tem o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

“Cada um de nós tem um papel a ser desempenhado na melhoria do meio ambiente para o futuro do Planeta Terra. A FPT Industrial se move nessa direção por meio de ações concretas e coletivas“, aponta o gerente de Operações da planta da FPT Industrial em Sete Lagoas, Mario Coriale.

Na véspera da ação no Brasil, “A Pesca de Plástico” também foi realizada em Córdoba, na Argentina, nesta quinta-feira (21). A cidade sedia outra fábrica da FPT Industrial na América do Sul.

UM PROJETO GLOBAL Realizada em San Benedetto del Tronto, na província de Ascoli Piceno, na Itália, “A Pesca de Plástico” obteve como resultado seis toneladas de resíduos recolhidos para a costa, das quais mais da metade era composto de itens de plástico.

O levantamento apontou que 48% do volume retirado do mar era composto de garrafas, recipientes e sacos plásticos e 34%, de equipamentos de pesca descartados. Outros 18% continham fragmentos de plástico e objetos totalmente incomuns, como um colchão inflável, um teclado de computador, a cabeça de um manequim e uma máscara de gás.

“Com “A Pesca de Plástico”, reforçamos a conscientização sobre a preservação ao meio ambiente, primordial para a nossa própria saúde e a natureza. A sustentabilidade é um dos pilares da FPT Industrial. Continuamos no caminho por um futuro mais verde”, afirma a gerente de Marketing da FPT Industrial para a América do Sul, Isabela Costa.

ATITUDES CONTRA O DESPEDÍCIO Recentemente a planta de Sete Lagoas alcançou a meta de Aterro Zero, reciclando 100% dos resíduos, e o status prata do programa World Class Manufacturing (WCM) da CNH Industrial, um dos mais altos padrões da indústria de manufatura no mundo, que busca zero perdas, com base na metodologia da Pirâmide de 5R – recusa do resíduo (logística reversa), redução, reaproveitamento, reciclagem e recuperação.

Como parte do WCM, o Aterro Zero reduziu gradativamente o volume de resíduos destinados a aterros sanitários licenciados, até a eliminação completa. A FPT Industrial entende que todo o seu material pode ser transformado, reforçando o comprometimento com uma produção responsável.

“Quanto mais melhoramos a produtividade e a qualidade, eliminando desperdícios, menor será o custo de manufatura. A matriz das melhorias é o WCM, modelo que já está no DNA dos nossos colaboradores. Em cada estação de trabalho há soluções desenvolvidas pelo nosso time”, afirma o diretor Industrial da CNH Industrial, Izidro Penatti.

Em agosto, a FPT Industrial eliminou o uso de copos descartáveis no Technical Center de Betim (MG), Centro de Pesquisa e Desenvolvimento no país. Na ocasião, cada colaborador recebeu um kit especialmente preparado, composto de um copo de plástico e uma xícara de porcelana. Apresentações de mágica reforçaram a importância de atitudes conscientes contra o desperdício, apontando a reciclagem de materiais e o combate à Dengue.

A marca também promove a Carona Solidária na ida e volta ao trabalho. O compartilhamento de veículos entre colaboradores reduz o tempo de deslocamento, gastos com combustível e a manutenção do carro, além de promover integração entre colegas de diferentes áreas. O cálculo mensal dos gastos fica a cargo de uma planilha administrada pelo grupo, criado em um aplicativo de conversas.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink