Pesquisa: Microplásticos contaminam plantas comestíveis
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,766 (-0,69%)
| Dólar (compra) R$ 5,27 (0,82%)

Imagem: Eliza Maliszewski

DESCOBERTA

Pesquisa: Microplásticos contaminam plantas comestíveis

Alface e trigo podem absorver as partículas pelas raízes
Por: -Leonardo Gottems
1767 acessos

Cientistas da Academia Chinesa de Ciências (CAS) descobriram recentemente que os microplásticos estão realmente contaminando plantas comestíveis, incluindo vegetais que ingerimos. O estudo foi publicado na Nature Sustainability em 13 de julho. 

Microplásticos (MPs), isto é, pequenas partículas de plástico com menos de 5 milímetros de comprimento, agora podem ser encontrados em todo o oceano e outros ecossistemas aquáticos, e até mesmo em nossos frutos do mar e sal. O estudo foi liderado por LUO Yongming, professor do Instituto Yantai de Pesquisa da Zona Costeira (YIC) e do Instituto Nanjing de Ciência do Solo da CAS. 

A maioria dos MPs é emitida para o ambiente terrestre e se acumula em grandes quantidades no solo. Além disso, partículas secundárias são formadas pela degradação dos plásticos. As águas residuais, uma importante fonte de água para irrigação agrícola, também contêm MPs de pequeno porte. 

Apesar da prevalência de MPs em todo o ambiente, a questão da captação de MPs pelas plantas não recebeu muita atenção. Durante décadas, os cientistas acreditaram que as partículas de plástico eram simplesmente grandes demais para atravessar as barreiras físicas do tecido vegetal intacto. Mas este novo estudo refuta essa suposição. 

"As rachaduras nos locais emergentes de novas raízes laterais das culturas de alface e trigo podem absorver MPs do solo e da água circundantes. Esses MPs podem ser transferidos das raízes para as partes comestíveis da colheita", disse o professor LUO. 

Os cientistas já sabiam que partículas tão pequenas quanto 50 nanômetros de tamanho poderiam penetrar nas raízes das plantas. Mas o grupo do Prof. LUO revelou que partículas com cerca de 40 vezes esse tamanho também podem entrar nas plantas. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink