Pesquisa busca novas fontes de resistência à ferrugem asiática
CI
BIOTECNOLOGIA

Pesquisa busca novas fontes de resistência à ferrugem asiática

Grupo pretende descobrir genética para aumentar sistema imunológico
Por: -Leonardo Gottems

Uma das principais doenças da soja no Brasil, a ferrugem asiática provoca a cada ano mais preocupações em função da resistência que o fungo Phakopsora pachyrhizi está desenvolvendo aos defensivos existentes. Em função disso, uma pesquisa da Monsanto e Fundação 2Blades pretende descobrir novas fontes de resistência genética na natureza para transferir à soja. 

Pelo acordo firmado, a 2Blades entregará genes de resistência em colaboração com o The Sainsbury Laboratory – que é o principal instituto global de pesquisa sobre interações planta-patógeno. Também integra o grupo de trabalho a Universidade Federal de Viçosa (UFV).

“A ferrugem asiática da soja é uma doença difícil e cara que pode devastar as colheitas dos agricultores. Os atuais tratamentos com fungicidas podem fornecer algum controle, mas os agricultores precisam de mais ferramentas – e a pesquisa da 2Blades poderia ajudar a fornecer uma solução durável como parte de um sistema integrado de gerenciamento de pragas”, disse Jeremy Williams, líder em biotecnologia e inovação em produtividade da Monsanto.

O Grupo 2Blades atua procurando descobrir novas fontes de resistência a doenças na natureza para transferir essa genética para as principais culturas de interesse comercial e de segurança alimentar. “A colaboração com a indústria é vital para assegurar que novas descobertas feitas no laboratório possam levar a inovações que evitem perdas de colheitas causadas por doenças de plantas”, explica Peter van Esse, líder do 2Blades.

O professor Sérgio H. Brommonschenkel, da UFV, acrescenta que “o manejo da ferrugem da soja requer a integração de diferentes abordagens, incluindo resistência a doenças. Essa colaboração nos permitirá usar tecnologias de ponta para acelerar a identificação de novos genes de resistência que podem ser usados para fornecer soluções mais sustentáveis para os produtores de soja, reduzindo o impacto ambiental e econômico da ferrugem asiática da soja”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink