Pesquisa cria armadilha para moscas sugadoras de sangue
CI
Imagem: Pixabay
ESTUDO

Pesquisa cria armadilha para moscas sugadoras de sangue

No mundo natural, as moscas estáveis são atraídas por semioquímicos
Por: -Leonardo Gottems

Os insetos sugadores de sangue são um problema sério na agricultura, causando picadas dolorosas que induzem à perda de peso, diminuição da produção de leite e outras respostas prejudiciais ao estresse em animais de criação. As moscas-das-torres são notoriamente algumas das mais caras e prejudiciais do grupo, causando cerca de US $ 2 bilhões em prejuízos por ano. 

De acordo com o entomologista Jerry Zhu, pesquisador da ARS, infelizmente existem poucos métodos para controlar infestações estáveis de moscas, exceto os inseticidas tradicionais. Para atender à necessidade de maneiras melhores de combater essas criaturas sugadoras de sangue, Zhu e sua equipe da  Unidade de Pesquisa  em Gerenciamento de Agroecossistemas em Lincoln, NE, desenvolveram vários atrativos novos capazes de atrair moscas. Com parceiros da indústria, ele e sua equipe descobriram que a aplicação desses atrativos em superfícies adesivas poderia gerar o dobro do poder de combate à mosca. 

"Embora o conceito de armadilhas adesivas para controle de pragas não seja novo (por exemplo, papel para moscas), infundi-las com produtos químicos especialmente projetados para atrair insetos sugadores de sangue é uma técnica de redução de insetos relativamente nova", explicou Zhu. “A chave para sua eficácia é o uso de semioquímicos, ou 'produtos químicos de sinalização', que são qualquer substância que um organismo libera para afetar o comportamento de outros. Esta classe de substâncias inclui feromônios e os atrativos que aplicamos às nossas armadilhas de fita exclusivas”. 

No mundo natural, as moscas estáveis são atraídas por semioquímicos que podem ser encontrados nos resíduos das colheitas, pós-colheita ou no rúmen e esterco do gado. Os insetos usam esses produtos químicos de sinalização para navegar em potenciais locais de postura ou para identificar potenciais hospedeiros para se alimentar. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.