Pesquisa de algodão terá R$ 1,83 milhão em Goiás
CI
Agronegócio

Pesquisa de algodão terá R$ 1,83 milhão em Goiás

Por:

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás, José Mário Schreiner, assinou hoje (12-12) 14 contratos para a liberação de R$ 1,83 milhão de recursos do Fialgo. O dinheiro será destinado ao apoio financeiro a projetos e ações, da safra 2003/2004, de pesquisa e sustentabilidade para a produção de algodão em Goiás. O coordenador do Conselho Gestor do Fundo de Incentivo à Cultura do Algodão, Osvaldo Pinto Fiúza, também estará na solenidade.

A execução das pesquisas e ações será realizada, em parceria com instituições conveniadas, pela Agenciarural, Associação dos Produtores de Algodão, Embrapa Algodão, UFG, IAC, Iapar, UFPE, UFMS e as demais instituições componentes da cadeia algodão/têxtil de Goiás.

Combate ao bicudo

Os projetos de pesquisa contemplam as áreas de melhoramento, que busca novas variedades de algodão plenamente adaptadas às condições de cultivo em Goiás, com maior produtividade e qualidade de fibra, o manejo das lavouras e a biotecnologia aplicada ao algodão.

O contrato com a Fetaeg destina-se à continuidade de implantação de campos de treinamento do cultivo de algodão para a agricultura familiar. O projeto prevê a instalação de 16 unidades de treinamento nas regiões Norte/Oeste, Sul/Leste e Vale do São Patrício, cujo objetivo é treinar produtores de agricultura familiar para o cultivo do algodão.

O projeto de combate ao bicudo do algodoeiro, maior praga que infesta as lavouras de algodão em Goiás, recebe atenção especial das instituições de defesa agropecuária e combate à praga pela sua importância para a cotonicultura goiana. Ao volume agora liberado soma-se o montante de R$ 358 mil já liberados em agosto/setembro deste ano. Os recursos viabilizaram, em parceria com os produtores, a fase de armadilhamento das áreas cultivadas com algodão.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink