Pesquisa e extensão rural buscam maior integração em Minas
CI
Agronegócio

Pesquisa e extensão rural buscam maior integração em Minas

Reforço do agronegócio pode ajudar Estado a aumentar participação no PIB nacional
Por:
Os serviços de pesquisa, extensão, sanidade e outros oferecidos por instituições vinculadas à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) têm uma participação cada vez mais importante no desenvolvimento do agronegócio mineiro, que ajudou o Estado a obter 13,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2012. A observação foi feita pelo secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, durante o Fórum Interface Pesquisa e Extensão, realizado nesta terça-feira (09/04), em Belo Horizonte, pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e Empresa de Assistência e Extensão Rural do Estado de Minas Grais (Emater).  

Nascimento explicou que a atuação das duas instituições, com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e a Ruralminas, também vinculadas à Secretaria, tem possibilitado um suporte fundamental à atuação dos setores do agronegócio estadual. “Os resultados podem ser avaliados por diversos indicadores como a melhoria de desempenho dos estabelecimentos de produção familiar em Minas. “Segundo registro do Banco do Brasil, o volume de aplicações de créditos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), em Minas, saltou da quinta para a segunda posição no país”, enfatizou.

O secretário destacou também a importância das parcerias com órgãos federais ligados ao agronegócio no Estado, bem como a integração com instituições e entidades público-privadas no agronegócio estadual. Essa integração, segundo Nascimento, reforça a atuação da Seapa com suas vinculadas e justifica a busca de uma interface maior da pesquisa e da extensão em Minas.

Para o presidente da Epamig, Marcelo Lana Franco, o fórum criado para estudar a interface pesquisa e extensão atende à determinação do governador Antonio Anastasia, para que o Estado trabalhe em rede. Lana enfatizou que um dos alvos principais é a maior inclusão da agricultura familiar e para isso existe o reforço da pesquisa, extensão e sanidade por meio das instituições vinculadas à Seapa.      

Segundo o subsecretário de Agricultura Familiar/Seapa, Edmar Gadelha, “é fundamental que as tecnologias geradas pelos poderes públicos alcancem o agricultor e sejam socialmente apropriadas por eles”. Ele acredita que o Fórum de Interface Pesquisa e Extensão devia ser permanente para garantir o fortalecimento da agricultura estadual.       

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.