Agronegócio

Pesquisador da Fepagro palestra sobre plantas tóxicas em SC

O pesquisador palestrou para estudantes e professores do curso de Medicina Veterinária da UFSC sobre plantas tóxicas aos bovinos
Por:
2150 acessos

O pesquisador da Fepagro Fernando Karam palestrou na sexta-feira (1º) para estudantes e professores do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Campus Curitibanos sobre plantas tóxicas aos bovinos, especialmente a maria-mole (Senecio spp.)

Karam abordou todos os aspectos que envolvem a intoxicação por maria-mole, desde a identificação de ocorrência da planta, os sintomas que se apresentam nos animais que a consomem, além de medidas de controle da planta, já que não existe medicamento para tratar a intoxicação. “A maria-mole é a mais importante planta tóxica do Rio Grande do Sul, sendo a principal causa de morte de bovinos no Estado”, destaca.

Segundo o pesquisador, a UFSC vem conduzindo uma linha de pesquisa sobre a possibilidade de a intoxicação por maria-mole afetar também a parte reprodutiva dos animais, o que pode ser objeto de futuras pesquisas em conjunto com a Fepagro.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink