Pesquisador defende milho transgênico
CI
Agronegócio

Pesquisador defende milho transgênico

Paterniani pediu o fortalecimento do Centro Nacional de Recursos Genéticos
Por:

Com mais de 50 anos dedicados à genética e um dos maiores especialistas brasileiros no estudo genético do milho brasileiro, o professor Ernesto Paterniani, da Academia Brasileira de Ciência (ABC), foi um dos destaques na manhã dessa terça-feira (20-03) durante a primeira parte da Audiência Pública convocada pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), em cumprimento a trâmite do processo de avaliação técnica do plantio do milho transgênico no Brasil.

"Se a preocupação dos opositores da biotecnologia é de preservação do patrimônio genético do milho brasileiro (há 40 raças brasileiras contra 300 raças em todo o mundo), temos que fortalecer a Embrapa/Cenargen - Centro Nacional de Recursos Genéticos, onde esse patrimônio genético brasileiro está resguardado e isso não tem nada a ver com proibir os agricultores de plantar milho transgênico", afirmou. Ele próprio doou ao Cenargen os materiais genéticos do milho brasileiro que, hoje, segundo ele, os próprios agricultores podem resgatar na Embrapa.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink