Pesquisadora brasileira participa de Força-Tarefa do IPCC na Austrália

Meio ambiente

Pesquisadora brasileira participa de Força-Tarefa do IPCC na Austrália

Magda coordenou a realização dos relatórios de referência sobre a agropecuária para a Primeira e Segunda Comunicação Nacional
Por:
393 acessos

Magda Lima, pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) participa da Terceira Reunião de Autores Principais para a Elaboração do Refinamento de 2019 dos Manuais de Inventários Nacionais de Emissão de Gases de Efeito Estufa do IPCC de 2006” (Third Lead Author Meeting for the Elaboration of 2019 Refinement to the 2006 IPCC Guidelines for National Greenhouse Gas Inventories), de 10 a 13 de abril de 2018 em Cairns, Austrália, sob coordenação do Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC).

Magda coordenou a realização dos relatórios de referência sobre a agropecuária para a Primeira e Segunda Comunicação Nacional e participou, como membro, da Terceira. Desenvolve há mais de vinte anos projetos relacionados a estimativas de emissão de gases de efeito estufa no setor agropecuário brasileiro, e certamente esta experiência contribuiu para a sua participação como autora líder na Força-Tarefa.

Conforme a pesquisadora, os autores principais irão produzir um relatório de refinamento das guias de elaboração de inventários nacionais do IPCC, de 2006, com previsão para ser publicado em 2019 (Refinamento de 2019), para que os países membros da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima possam aplicar em seus inventários. A primeira versão deste documento passou por especialistas do mundo inteiro e agora as questões e sugestões resultantes irão ser analisadas e compiladas na próxima etapa. "Em 10 anos, muita informação nova foi gerada sobre fatores de emissão de gases na agricultura e pecuária, o que permite um aprimoramento da metodologia de estimativas".

O grupo de trabalho sobre pecuária, da qual Magda participa, trata da fermentação entérica e tratamento de dejetos animais. O documento Refinamento de 2019 inclui os setores de energia; processos industriais e uso de produtos (IPPU); resíduos e o AFOLU, que engloba os temas de agricultura, floresta e uso da terra, solos agrícolas, arroz irrigado, pecuária e áreas úmidas.

Magda está em contato com um grupo da América do Sul (Uruguai, Colômbia e Peru) para reunir dados específicos sobre este continente e levar as informações ao encontro. A pesquisadora conta também com a colaboração de pesquisadores de unidades da Embrapa para a melhor caracterização da pecuária de corte e de leite, e de búfalos, bem como para levantamento de fatores de emissão de gases de efeito estufa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink