Pesquisadores desenvolvem teste diagnóstico para infecções por bocavírus

Agronegócio

Pesquisadores desenvolvem teste diagnóstico para infecções por bocavírus

As doenças associadas aos bocavírus afetam os aparelhos digestivos e respiratórios, principalmente, de bovinos e caninos jovens
Por: -Janice
1185 acessos
Um projeto de pesquisa realizado no Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF), unidade da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), desenvolveu um teste que permite o diagnóstico para infecções por bocavírus. O trabalho, coordenado pelo professor e pesquisador do Instituto, Paulo Michel Roehe, está sendo elaborado por alunos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, da Faculdade de Veterinária da UFRGS.

A técnica, segundo o pesquisador, permite a detecção molecular de agentes virais denominados "bocavírus", os quais podem estar envolvidos em infecções respiratórias. Estes vírus pertencem a um novo gênero dentro da família dos parvovírus. O pesquisador afirma que o vírus em animais é conhecido desde os anos 60, entretanto, seu estudo foi dificultado pela impossibilidade de multiplicá-los com facilidade em cultivos celulares.

As doenças associadas aos bocavírus afetam os aparelhos digestivos e respiratórios, principalmente, de bovinos e caninos jovens. Além de problemas reprodutivos. Os animais mais velhos podem ter infecções assintomáticas. Os sinais clínicos incluem diarréia, vômitos, morte embrionária e abortos ao final da gestação.

A incidência deste agente em suínos e sua importância nesta espécie também são objeto de estudos. Paulo Roehe explica que, recentemente, bocavírus tem sido identificado em humanos, geralmente associado a infecções respiratórias. “A importância destas infecções em nosso meio precisa ainda ser determinada, por isso a importância do estabelecimento desse novo método de diagnóstico molecular”, finaliza o pesquisador.

As informações são da assessoria de imprensa da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink