Pesquisas revelam que produção de girassol pode ser promissor em MG

Agronegócio

Pesquisas revelam que produção de girassol pode ser promissor em MG

Há dados que revelam que a produção de girassol no Projeto Jaíba tende a ser promissora, já que a produtividade pode ultrapassar a média nacional
Por:
61 acessos

Empresa de pesquisa agropecuária de Minas Gerais, realiza no próximo dia 31 o Dia de Campo sobre cana de açúcar e sorgo, na cidade de Jaíba. Essas duas matérias-primas podem, segundo os pesquisadores, mudar a economia regional. Há dados que revelam que a produção de girassol no Projeto Jaíba tende a ser promissora, já que a produtividade pode ultrapassar a média nacional.

No dia de campo, além da apresentação dos trabalhos técnicos durante o evento, haverá discussões que norteiam a produção, tanto da cana de açúcar como a de sorgo na região, sendo destacados a aptidão agrícola do girassol e o uso de sua torta na alimentação.

Atualmente, o girassol ocupa cerca de 100 mil hectares, sendo que 37% da produção do grão estão concentrados em Goiás; 18% em Mato Grosso do Sul; 16% em São Paulo, 11% no Mato Grosso, 9% no Rio Grande do Sul e 6% no Paraná. Neste momento, os agricultores já estão planejando a próxima safra de verão e conseqüentemente definindo a cultura a ser utilizada na safrinha.

Nos cerrados brasileiros, o girassol tem sido uma opção preferencial como segundo cultivo no verão, popularmente denominado de safrinha, principalmente pelo desenvolvimento de tecnologias e a instalação de indústrias na região, conforme dados da Embrapa.

Entre as oleaginosas cultivadas no mundo, o girassol ocupa a quinta posição em área plantada: são 23 milhões de hectares. O interesse do produtor brasileiro pelo girassol cresce a cada ano. Na última safra, foram plantados 82 mil hectares e a expectativa da Embrapa Soja, empresa vinculada ao ministério da Agricultura e do Abastecimento, que há 10 anos coordena um Programa de Girassol, é que este número dobre a cada safra.

Para Marcelo Fernandes de Oliveira, pesquisador da Embrapa Soja, o mercado no Brasil está mais que aquecido porque a procura por óleo de girassol cresce 13 % ao ano. Os fabricantes de óleo compram todo o produto nacional e, ainda, importam da Argentina o equivalente a 78 mil toneladas.

Atualmente, no Brasil já existem produtores que produzem dentro da própria propriedade seu biocombustível, caso que é freqüente na região Sul do Brasil com a produção de girassol. O sorgo no Norte de Minas também é uma oportunidade de o homem do campo alimentar seus animais. Sem contar que é uma cultura que se adapta ao clima e ao solo da região com facilidade, em alguns casos mais que o próprio milho, conforme as pesquisas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink