Peste Suína Africana se espalha pela China

PROBLEMA

Peste Suína Africana se espalha pela China

A China registrou seu primeiro caso em agosto
Por: -Leonardo Gottems
383 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A Peste Suína Africana continua se espalhando por mais da metade do país e vem causando inúmeros prejuízos. De acordo com informações divulgadas pelo governo chinês, a situação. que antes era classificada como sob controle, agora evoluiu para o que chamaram de “muito grave”. 

A doença já causou um aumento nos preços da carne suína na China desde a sua criação em agosto, e tem alimentado temores crescentes de um grande impacto sobre a maior produtora de carne suína no mundo. Foi isso que disse uma declaração conjunta dos ministérios de agricultura, transporte e segurança pública, que foi lançado na quarta-feira (14.11). 

"A epidemia apareceu em 17 províncias, espalhando-se pelas grandes províncias de criação de porcos no sul da China. No início de setembro, a mídia controlada pelo governo disse que a peste suína africana havia sido descoberta em apenas cinco províncias, e o Ministério da Agricultura disse que o vírus estava geralmente sob controle", informa. 

Os três ministérios pediram maior supervisão do transporte de suínos vivos para evitar que a doença se espalhasse ainda mais. A China registrou seu primeiro caso em agosto na província de Liaoning, no nordeste do país. Desde então, a doença se deslocou para o sul em direção às principais províncias produtoras de suínos, apesar dos esforços para contê-la, inclusive com o abate de dezenas de milhares de porcos. 

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) alertou em agosto que a doença poderia se espalhar para outras partes da Ásia. A peste suína africana não é prejudicial aos seres humanos, mas causa febre hemorrágica mortal em porcos domésticos e javalis selvagens. Sem um antídoto ou vacina, o único método de controle conhecido é sacrificar animais. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink