Piauí Agroshow 2011 deve receber mais de 20 mil pessoas

Agronegócio

Piauí Agroshow 2011 deve receber mais de 20 mil pessoas

Evento será realizado de 15 a 18 de junho no município de Bom Jesus, no sul do Estado
Por:
1575 acessos
Evento será realizado de 15 a 18 de junho no município de Bom Jesus, no sul do Estado, e tem o apoio da FAEPI e SENAR

O município de Bom Jesus, no sul do Piauí, recebe de 15 a 18 de junho a terceira edição do Piauí Agroshow. O evento, considerado o maior do estado voltado para o agronegócio, abordará neste ano o tema “Futuro com Sustentabilidade” e tem o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí (FAEPI), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e do Sindicato Rural de Bom Jesus. Segundo o presidente da FAEPI, Carlos Augusto Melo Carneiro da Cunha, a estimativa é de que mais de 20 mil pessoas passem pela feira durante os quatro dias. “O Piauí é hoje a quarta maior potência agrícola do País e a feira é uma oportunidade de mostrar o potencial da região e a integração da classe produtora”, destaca.

Uma das atrações da Piauí Agroshow 2011 será o estande montado do Sistema FAEPI/SENAR no evento. Quem passar pelo local poderá conhecer as várias ações executadas pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo SENAR. Uma delas será o Projeto Biomas, que terá uma maquete exposta durante os quatro dias do evento. O projeto é uma iniciativa da CNA em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para desenvolver pesquisas técnico-científicas para assegurar a preservação ambiental nos biomas brasileiros, sem comprometer a produção de alimentos. Mas o local também mostrará outras atividades e programas do sistema sindical rural, de âmbito nacional e regional.

A estimativa dos organizadores do evento é que sejam movimentados R$ 150 milhões em negócios. Entre os itens mais procurados, estão as máquinas e implementos agrícolas. Para o presidente da FAEPI, a demandas por estes itens é reflexo do crescimento da atividade agrícola de Bom Jesus, localizada no Cerrado nordestino na região do Mapito, que abrange cidades do Maranhão, Piauí e Tocantins que têm despontado nos últimos anos na produção agropecuária. “Já temos uma ótima produtividade de grãos. Hoje, chegamos a ter, em média, 150 hectares de milho safrinha por hectare, 53 sacas de soja e 24 sacas de feijão/hectare”, comenta.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink