Piauí tem meta de certificar 90% do gado para ser livre da aftosa
CI
Agronegócio

Piauí tem meta de certificar 90% do gado para ser livre da aftosa

A certificação é necessária para que o Ministério da Agricultura contabilize o rebanho vacinado
Por:
A certificação é necessária para que o Ministério da Agricultura contabilize o rebanho vacinado.

A Agência de Defesa Agropecuária do Piauí está convocando produtores bovinos de todo o Estado para fazer a certificação de vacina do rebanho contra a febre aftosa. O prazo se encerra domingo (16).


Segundo o diretor geral do órgão, José Antonio Filho, a certificação é uma etapa decisiva no processo. É através da certificação que o Ministério da Agricultura contabiliza o total do rebanho vacinado.


"Ano passado conseguimos certificar 97,7% do rebanho. Esse ano é necessário que certifiquemos ao menos 90%. É o índice que possibilita o Piauí ter o título de área livre da aftosa", explica o diretor.


Além disso, o Ministério da Agricultura sorteou 286 propriedades rurais no Estado para serem coletados sangue dos animais. Esse material segue para laboratório em Recife (PE). Até setembro o relatório das atividades será enviado para o ministério e o resultado sai em dezembro.



"Há 14 anos não temos mais casos da doença e vamos conseguir manter esse índice", afirmou.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink