Pimentão reduz uso de defensivos
CI
RESISTENTE

Pimentão reduz uso de defensivos

Variedades são resistentes a oídios e vírus
Por: -Leonardo Gottems

Foram apresentados ao mercado este mês duas novas variedades de pimentões que reduzem significativamente o uso de defensivos em sua produção. Batizados de Camaro (Amarelo) e Taurus (Vermelho), as hortaliças da empresa de sementes Sakata são resistentes a oídios e vírus – o que diminui a necessidade de aplicação de agroquímicos.

De acordo com a fabricante, os pimentões (tipo retangular) são resistentes ao oídio Leveillula taurica (Oidiopsis) – o grande vilão da produção em estufa no Brasil. As variedades combinam ainda a resistência ao Mosaico das nervuras, ou PVY (Potato virus Y). Segundo a Sakata, ambas as variedades oferecem ainda “ótima produtividade em diferentes condições de clima e solo, além de frutos uniformes, com paredes grossas e grande durabilidade pós-colheita”.

“Por ser uma hortaliça bastante susceptível às intempéries climáticas, doenças e pragas, há uma grande dificuldade por parte dos produtores no controle destes problemas a campo ou em estufa, fazendo com que, muitas vezes, o uso excessivo de defensivos se apresente como a u´nica opc¸a~o para a produção do pimentão, o que é um grande erro. Pensando nisto, após muitas pesquisas em melhoramento genético convencional realizada ao longo dos últimos anos, a Sakata está lançando os pimentões Camaro (Amarelo) e Taurus (Vermelho), que reduzem de forma considerável o uso de agroquímicos durante o cultivo, sendo considerados, atualmente, as melhores opções para produtores e consumidores”, explica Dirceu Filho, Gestor de Produtos da Sakata.

“A cultura do pimentão já se diferencia pelos avanços e investimentos no desenvolvimento de variedades para diferentes segmentações, como de tamanho (tradicional, grande, mini) e de formatos (retangular, quadrado, tipo pimenta), não apenas para o pimentão Verde, como também para o Vermelho e o Amarelo. Porém, agora, consolida-se um novo paradigma que é o da inovação do mercado com variedades que vão muito além da qualidade dos frutos e que buscam também a sustentabilidade do negócio como um todo, beneficiando a cadeia de ponta a ponta”, enfatiza Paulo Koch, Diretor de Marketing da Sakata.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.