Agronegócio

Pintos de corte: região Sudeste tem redução próxima de 20% no biênio

Região chegou a ser maior produtora de frango do Brasil no final da década de 80
Por:
962 acessos
A região Sudeste que tinha São Paulo até 1987 como o maior produtor de frango do país – atualmente permanece atrás dos três estados sulinos – vem gradativamente perdendo participação entre as regiões.

Em 1981, primeiro ano que se tem notícia de levantamentos de pintos alojados, a região detinha 43% do alojamento nacional. Dois anos depois, em 1983, essa participação já havia caído para 40%. De lá pra cá, as perdas de participação foram se sucedendo: em 1993, 34%; em 2003, 26%. Em 2013, no acumulado até agosto, a participação regional se encontra próxima de 19%.


Em volume, somente nos últimos dois anos a redução foi próxima de 20% - redução de 23,7 milhões de cabeças – motivada pela grave crise que atingiu o setor no final de 2011 e que se estendeu pelo ano seguinte agravado pelos altos preços das matérias-primas.


Sem capital de giro necessário para repor e manter o plantel de matrizes de corte necessário para a plena manutenção de suas atividades o setor foi obrigado a reduzir o alojamento e a consequência é uma menor capacidade para atender as necessidades do mercado. Os atuais preços do frango refletem essas circunstâncias.

 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink