Pintos de corte em 2018: segundo menor nível da década

Pintos de corte

Pintos de corte em 2018: segundo menor nível da década

Produção brasileira de pintos de corte levantada pela APINCO em 2018 correspondeu ao menor volume do quadriênio 2015/2018
Por:
68 acessos

Além de ter recuado 2,25% sobre o ano anterior, a produção brasileira de pintos de corte levantada pela APINCO em 2018 correspondeu ao menor volume do quadriênio 2015/2018, ficando mais de 6,5% aquém do recorde registrado três anos antes - 6,5 bilhões de cabeças em 2015.

Mas não só isso: considerados os volumes anuais da presente década (2011/2018), a do ano que passou somente superou – mesmo assim por pequena margem, apenas 1% - os 6 bilhões de cabeças de 2012. Correspondeu, assim, ao segundo menor volume da presente década, apresentando evolução de somente 1,23% sobre o último ano da década passada (5,998 bilhões de cabeças em 2010).

Porém, tão baixo nível de expansão não significa que a produção de carne de frango daí decorrente tenha aumentado apenas 1,23%: a produtividade das linhagens em criação é continuamente crescente. E dados do IBGE comprovam isso.

Em 2018, considerados os primeiros nove meses do ano, os frangos abatidos em estabelecimentos sob inspeção pesaram, em média, 2,377 kg, resultado que significou aumento de 10,95% sobre os 2,143 kg registrados no mesmo período de 2010.

Feita uma conta grosseira (para efeitos demonstrativos, descontando-se apenas a mortalidade – de 4%, mas que vem caindo significativamente de ano para ano), constata-se que a produção de carne de frango de 2010 (5,758 bilhões de cabeças abatidas x 2,143 kg), da ordem de 12,339 milhões de toneladas, chegou em 2018 (5,829 bilhões de cabeças abatidas x 2,377kg) aos 13,857 milhões de toneladas. Um aumento, portanto, de 12,31%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink