Piora do clima turbina soja nos EUA

ANÁLISE AGROLINK

Piora do clima turbina soja nos EUA

Fortes precipitações poderão retardar os trabalhos de colheita nas lavouras
Por: -Leonardo Gottems
257 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na terça-feira (02.10) ganhos de 8,25 pontos no contrato de Novembro/18, fechando em US$ 8,66 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 8,00 e 8,25 pontos.

O mercado norte-americano da soja teve mais um dia de ganhos nos principais contratos futuros, com, possibilidade de inundação no Meio Oeste pressionando as cotações. “As fortes precipitações poderão retardar os trabalhos de colheita nas lavouras. Apenas 23% das áreas plantadas com soja estão colhidas, mesmo nível do ano passado, na mesma época”, aponta o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Fernando Pacheco.

A Consultoria AgResource destaca que o mercado, apesar da moderada volatilidade, operou em alta durante quase toda a sessão diurna: “A especulação ainda carece de novidades que aqueça os bastidores da CBOT, no entanto as preocupações climáticas mundiais tem sustentado o movimento altista para os preços da soja. O USDA relatou neste começo de semana, que o progresso de colheita nos Estados Unidos segue forte, afrente da média dos últimos 5 anos e de 2017. Até este último domingo foi estimado 23% da área de soja norte-americana já havia sido colhida, contra 20% no ano passado”.

Entretanto, a ARC alerta que as projeções climáticas para esta primeira quinzena de outubro não são “nada agradáveis para os produtores do Cinturão Agrícola. Precipitações intensas e constantes são esperadas para o centro-norte da macrorregião”. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink