Plano Agro+ anuncia Normas Técnicas Específicas para mais 13 culturas agrícolas

Agronegócio

Plano Agro+ anuncia Normas Técnicas Específicas para mais 13 culturas agrícolas

Ministro Blairo Maggi e secretário-executivo Eumar Novacki vão participar da solenidade, nesta quarta (9), às 17h
Por:
473 acessos

Ministro Blairo Maggi e secretário-executivo Eumar Novacki vão participar da solenidade, nesta quarta (9), às 17h

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anuncia, às 17h, desta quarta-feira (9), por meio do Plano Agro+, a edição de instrução normativa com as Normas Técnicas Específicas (NTE) para mais 13 culturas agrícolas. Com isso, os agricultores poderão aderir, de modo voluntário, às NTE, passando a cultivar de acordo com a Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil), voltada à sustentabilidade. O ministro Blairo Maggi e o secretário-executivo Eumar Novacki vão participar da solenidade, na sala do CNPA (andar térreo).
 
O anúncio das Normas Técnicas Específicas para arroz, trigo, uva para processamento, amendoim, feijão, flores e plantas ornamentais, tomate de mesa tutorado, gengibre, inhame, taro, graviola, atemóia e pinha também marca a ampliação do Agro+. Lançado pelo Mapa em agosto deste ano para desburocratizar, modernizar e simplificar normas e procedimentos relacionados ao agronegócio, o plano também agora se volta a ações de sustentabilidade, uma das preocupações do ministro Blairo Maggi.
 
A Produção Integrada Agropecuária prevê a adoção de boas práticas de produção, manejo integrado de pragas e redução de agroquímicos, entre outras medidas, para oferecer aos mercados interno e externo alimentos mais seguros e de alta qualidade. Os agricultores que cumprirem todas as normas também podem certificar seus produtores e usar o selo Brasil Certificado.
 
Hoje, já há Normas Técnicas Específicas para abacaxi, banana, batata, citrus (laranja, lima e tangerina), café, caqui, caju, coco, figo, goiabada, maçã, mamão, manga, maracujá, melão, pêssego, tabaco e uva de mesa.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink