Plantas “fecham seus portões” quando os micróbios atacam
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,684 (0,11%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (2,18%)

Imagem: Pixabay

ESTUDO

Plantas “fecham seus portões” quando os micróbios atacam

Cada folha da planta possui centenas de minúsculos poros que possibilitam a troca de gases com o meio ambiente
Por: -Leonardo Gottems
75 acessos

Como os humanos, as plantas se protegem contra patógenos. Um consórcio internacional liderado pelo professor do UZH Cyril Zipfel identificou agora um fator há muito procurado pelo sistema imunológico da planta, o canal de cálcio desencadeia o fechamento dos estômatos em contato com micróbios como bactérias. Este mecanismo de defesa inato pode ajudar a desenvolver plantas de cultivo resistentes a patógenos. 

Cada folha da planta possui centenas de minúsculos poros que possibilitam a troca de gases com o meio ambiente. Ao inalar CO 2 e liberar oxigênio e vapor d'água, esses estômatos são essenciais para a fotossíntese, a sobrevivência das plantas - e, em última instância, toda a vida neste planeta. O tamanho das aberturas é controlado dinamicamente para permitir que as plantas se adaptem às mudanças nas condições, como luz solar, seca e chuva. A abertura e o fechamento são facilitados pelo inchaço e encolhimento de duas chamadas células-guarda que formam uma borda em forma de anel ao redor do poro. 

Os pesquisadores de plantas sabem há muito tempo que as folhas também bloqueiam as escotilhas quando encontram micróbios potencialmente patogênicos. Essa reação faz parte do sistema imunológico inato da planta: os receptores na superfície das células vegetais reconhecem estruturas típicas de micróbios, como partes de flagelos bacterianos. Isso leva a uma série de reações que bloqueiam a entrada e multiplicação do micróbio. Uma dessas respostas é o fechamento estomático, que equivale a fechar os portões para os patógenos. 

No entanto, o mecanismo por trás desse fechamento dos estômatos induzido por micróbios permaneceu amplamente inexplicado, embora tenha sido demonstrado que um rápido influxo de íons de cálcio nas células guarda desencadeou a reação. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink