Plantio de abacaxi do Tocantins será analisado pela Embrapa e Seagro

Agronegócio

Plantio de abacaxi do Tocantins será analisado pela Embrapa e Seagro

Por:
290 acessos
Nesta semana, técnicos da Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias – Mandioca e Fruticultura de Cruz das Almas – BA - estarão no Tocantins para coletar dados sobre a produção de abacaxi no Estado. Na ocasião, a entidade, em conjunto com a Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, visitará nos dias 10 e 11, a Fazenda Roncador, no município de Aparecida do Rio Negro, onde atualmente são cultivados cerca de um milhão de pés do fruto na safra 2011/2013.


De acordo com o coordenador de Desenvolvimento Vegetal da Seagro, José Américo Vasconcelos, as amostras coletadas pelos técnicos serão analisadas no laboratório da FACTO - Faculdade Católica do Tocantins. “Vamos coletar amostras das folhas dos abacaxis para analisar o comportamento das espécies na região”, explicou.

Para a análise serão coletadas as folhas “D” de cinco parcelas/plantas. As folhas do abacaxi são denominadas por letras levando em consideração o tamanho e a localização de cada uma na planta. A folha “D” é a maior entre as mais jovens e fica localizada próximo ao topo do pé de abacaxi. “Esta folha é específica para fazer análises bromatológicas”, explicou Vasconcelos.


Dados

O Tocantins ocupa, hoje, a sétima colocação no ranking de produção de abacaxi no Brasil, com uma produtividade de 18 mil frutas por hectare. De acordo com dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e da Conab – Companhia Nacional de Abastecimento, o Estado produz uma média de 54 milhões de abacaxis por ano.

Adepará

No mesmo período, técnicos da Adepará – Agência de Defesa Agropecuária do Pará - virá ao Tocantins para conhecer o PIF - Programa de Produção Integrada de Frutas. Na ocasião, os paraenses percorrerão as lavouras de Aparecida do Rio Negro, do projeto São João em Porto Nacional e também do município de Rio dos Bois.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink