Plantio de arroz está concluído no RS

Agronegócio

Plantio de arroz está concluído no RS

Com aumento de 10% na área semeada, o Estado cultivou 1.152.05 hectares do grão
Por:
3645 acessos

Maior produtor de arroz do Brasil, o Rio Grande do Sul finalizou, esta semana, o plantio de uma das safras mais representativas de sua história. Com aumento de 10% na área semeada em relação ao ano passado, o Estado cultivou 1.152.05 hectares do grão. Os produtores seguiram a risca as recomendações do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) e concluíram o processo dentro da época recomendada. A colheita do produto deve começar em fevereiro.



Para o diretor técnico do Irga, Valmir Menezes, essa foi a melhor semeadura do arroz da história. “Mais de 90% da lavoura estava cultivada na época certa, até o dia 15 de novembro”, afirmou. De acordo com ele, o avanço demonstra que os produtores estão adotando as técnicas recomendadas pelo Projeto 10 para altas produtividades. O clima também ajudou o plantio da safra: o tempo ficou seco e as reservas hídricas estavam em boas condições.

O diretor acredita que o armazenamento de água reduziu os problemas relacionados à falta de chuvas. Ele explica que algumas lavouras tiveram que ser banhadas para garantir o nascimento das plantas. “A baixa temperatura dificultou a germinação e isso retardou o desenvolvimento inicial”, disse. Como recomendação, Menezes sugere que os arrozeiros sigam as técnicas certas para bons rendimentos, incluindo o manejo da irrigação e o controle de doenças e insetos.


Conforme o último levantamento de safra do Irga, a Depressão Central é a região gaúcha que mais aumentou a área plantada este ano. O percentual chegou a 24%. Na Planície Costeira Interna, que abrange municípios como Guaíba e Camaquã, o incremento atingiu 6%. O aumento de área na Fronteira Oeste ficou em 8%, enquanto que na Campanha chegou a 9%. A Planície Costeira Externa (4%) e a Zona Sul (5%) também registraram maior área semeada.

Produtividade

A produtividade média para a safra 2010/11 deverá ficar próxima a 7 toneladas por hectare, segundo o diretor do Irga. “Esse valor é similar ao registrado em safras passadas”, afirmou. Na colheita deste ano, os rendimentos da lavoura de arroz chegaram a 6,5 toneladas por hectare. A baixa produtividade ocorreu devido ao excesso de chuvas, a baixa radiação e ao plantio fora de época.


Confira o comparativo do plantio por região:



As informações são da assessoria de imprensa do Instituto Rio Grandense do Arroz.

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink