Plantio de palma de óleo é apresentado em dia de campo em Rorainópolis

Agronegócio

Plantio de palma de óleo é apresentado em dia de campo em Rorainópolis

O objetivo da ação é gerar emprego e renda para a agricultura familiar
Por:
267 acessos
O Projeto Palma de Óleo em Roraima será apresentado a produtores e representantes de órgãos governamentais nesta sexta-feira, 8, durante dia de campo que será realizado no município de Rorainópolis. O objetivo da ação, que integra o Programa Nacional de Biodiesel, é gerar emprego e renda para a agricultura familiar, com o plantio e extração do óleo da palmeira de dendê para produção de biocombustível.


Segundo Nagib Lima, assessor especial da Casa Civil da Presidência da República, que articula o Programa Nacional de Biodiesel em Roraima, a programação inclui visitas à sede da empresa Palmaplan Agroindústria, parceira do projeto, à área de plantio experimental e à vicinal 20, onde assentados da reforma agrária vão cultivar a palmeira.

A comitiva, que inclui agentes federais, estaduais e municipais, além de representantes dos assentados e da classe produtiva, chega às 9h30 à fazenda da Palmaplan, na BR-174, em frente a vila Equador, onde o projeto será apresentado. Depois, o grupo será levado até os viveiros da palma de óleo, vai conhecer o plantio experimental de 200 hectares da palmeira e visitar o canteiro de obras da fábrica esmagadora de sementes.


Conforme Nagib, o galpão já está em execução e as máquinas esmagadoras estão sendo trazidas para Roraima. “A expectativa é que sejam instaladas em até sessenta dias”, disse. A fábrica será utilizada também para extrair óleo de buriti e castanha da Amazônia.

A visita à área onde os assentados vão cultivar a palma de óleo será realizada no período da tarde. Segundo Nagib, 24 agricultores familiares já foram selecionados. Juntos, eles vão plantar 200 hectares.

O financiamento será feito pelo Pronaf Eco (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), operacionalizado pelo Banco do Brasil. Cada agricultor pode emprestar até R$ 80 mil, de posse da Declaração de Aptidão (DAP) emitida pelo Incra.


A meta do projeto, que é executado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), com a parceria do Incra e de outros ministérios, é inserir mil agricultores familiares no plantio do dendê, uma cultura permanente que pode ser consorciada com produções temporárias como feijão e mandioca. Dez assentados já fizeram a lavoura, com financiamento realizado pela Palmaplan.

Além de garantir a geração de renda, o superintendente do Incra em Roraima, Titonho Beserra, destaca que o plantio será realizado nas áreas já desmatadas. “A meta é aproveitar o que já foi degradado para garantir a preservação ambiental do terreno que mantém a vegetação nativa intacta”, disse.


Serviço:

Data: 08.07.2011

Local: Rorainópolis

7h30 – Saída da Unidade Avançada do Incra em Rorainópolis

9h30 – Apresentação do Projeto Palma de Óleo, na sede da Palmaplan Agroindústria, na vila Equador.

11h – Almoço

12h – Visita ao plantio experimental da Palmaplan e na vicinal 20

15h – Retorno para Boa Vista

Mais informações com Nagib Lima, pelo fone (61) 9970 0673.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink