Plantio de soja no Brasil está atrasado, diz Céleres
CI
Agronegócio

Plantio de soja no Brasil está atrasado, diz Céleres

Paraná é o Estado mais avançado em termos percentuais
Por:
SÃO PAULO - O plantio de soja no Brasil avançou na última semana, mas está atrasado em relação a anos anteriores em função da chegada de chuvas depois do que era previsto pelos produtores, disse nesta segunda-feira (22) a consultoria Céleres.

Da área projetada para a oleaginosa na temporada 2012/13, agricultores tinham semeado 15 por cento até a última sexta-feira, abaixo da média dos últimos cinco anos, de 18 por cento, para o período. O índice também é menor do que o registrado em 21 de outubro de 2011, quando o cultivo já havia sido realizado em 21 por cento das lavouras.

"As chuvas chegaram um pouco mais tarde que o esperado e com isso o ritmo de plantio está aquém do que os produtores esperavam. Isso vale para Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul", disse à Reuters Anderson Galvão, diretor da Céleres.

Na comparação com a semana até 12 de outubro, o plantio avançou 6 pontos percentuais.

O Paraná é o Estado mais avançado no plantio em termos percentuais, atingindo 31 por cento. Mato Grosso vem logo atrás, com 24 por cento da semeadura realizada.

O Rio Grande do Sul, terceiro Estado produtor após Mato Grosso e Paraná, ainda não registra plantio de soja, segundo a Céleres, ao contrário do mesmo período de 2011, quando 10 por cento das lavouras estavam semeadas, ajudadas naquele momento por chuvas que chegaram mais cedo que neste ano.

"Na soja, não existe preocupação (em função do atraso)", disse Galvão, referindo-se a fatores agronômicos.

Um bom ritmo de plantio pode garantir que a soja chegue o quanto antes ao mercado, num momento em que compradores estão ávidos pela matéria-prima, em função do aperto na oferta global após quebras nas últimas safras de Brasil, Argentina e Estados Unidos.

A semana começa com chuva forte no extremo sul do Brasil e apenas com chuvas isoladas no Centro-Oeste, segundo a Somar Meteorologia.

MILHO

Por outro lado, o consultora afirma que, se o atraso persistir, aumentam os riscos para o milho safrinha, que é semeado imediatamente após a colheita da soja.

"Quanto mais postergar, maior risco climático", disse ele, referindo-se ao Centro-Oeste.

Já o plantio da safra de milho de verão do período 2012/13 avançou na última semana no Brasil, segundo a Céleres, e está acima do registrado em 2011.

Segundo a consultoria, já foi plantada 37,5 por cento da área prevista para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, contra 31 por cento na semana anterior e ante 35,4 por cento no mesmo período de 2011.

COMERCIALIZAÇÃO DE SOJA

Em relação à comercialização da soja, a última semana não registrou avanços, disse a consultoria.

A safra 2011/12, que já foi colhida, permaneceu com o índice de negociação de 99 por cento, acima dos 93 por cento no mesmo período do ano passado.

Já a soja da safra 2012/13, que está sendo plantada, manteve o índice de vendas de 47 por cento, ainda bem acima dos 31 por cento de comercialização registrados a esta altura de 2011.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink