Política pública viabiliza implantação de biodigestor na propriedade rural

Agronegócio

Política pública viabiliza implantação de biodigestor na propriedade rural

A reunião foi sobre biodigestores e contou com a presença do assistente técnico regional de manejo de recursos naturais da Emater/RS-Ascar
Por:
1042 acessos

Na última sexta-feira (25/11), técnicos da Emater/RS-Ascar e produtores das regiões Médio Alto Uruguai e Rio da Várzea participaram de uma reunião articulada pelo Escritório Regional da Emater/RS-Ascar junto à Bakof Tec, empresa que atua no segmento de indústria e comércio de reservatórios em fibra de vidro e polietileno, em Frederico Westphalen. A reunião foi sobre biodigestores e contou com a presença do assistente técnico regional de manejo de recursos naturais da Emater/RS-Ascar, Carlos Roberto Olczevski, e do engenheiro e bioquímico da Bakof Tec, Fábio Rodrigo de Oliveira.

O projeto do biodigestor faz parte do programa Desenvolvimento da Infraestrutura Energética e Tecnológica, da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR). Os projetos foram realizados pela Emater/RS-Ascar no ano passado e tiveram contrato assinado este ano. 

?Após a assinatura do contrato, estamos autorizados a acionar o fornecedor para instalar o biodigestor. Como este é um projeto estratégico, já encaminhamos esta ação para organizar e treinar os técnicos e agricultores, visando aproveitar o máximo o potencial dos biodigestores e, posteriormente, difundir essa tecnologia através das estruturas já implantadas na região, por meio de eventos, como dias de campo, em parceria com a Bakof Tec, que é a empresa fornecedora dos biodigestores?, explicou Olczevski.

Nesta região, serão implantados oito biodigestores, com capacidade de armazenar seis mil litros de dejetos, em uma proporção de água e dejetos de um por um. O biodigestor conta com um kit formado por filtro, bomba para gás, 30 metros de mangueira, peneira e fogareiro.

?O valor total do biodigestor mais o kit é de R$ 10 mil. Deste valor, 80% é subsidiado pelo Feaper e 20%, pelo produtor, em até cinco anos, sem juros. O objetivo dessa ação é difundir a tecnologia de produção de energia a partir de biodigestores, para aquecimento de água para uso nas salas de ordenha, doméstico, em agroindústrias e em geradores de energia elétrica, entre outros. O biogás tem múltiplos usos em uma propriedade rural?, esclareceu Carlos.

O objetivo da reunião foi apresentar aos técnicos e produtores a estrutura do biodigestor, explicando o seu funcionamento. A intenção do projeto biodigestor é viabilizar os diferentes usos do biogás na propriedade rural, difundindo esta importante tecnologia por toda a região. O projeto será implementado inicialmente em oito municípios da região, Palmitinho, Vista Alegre, Alpestre, Sarandi, Chapada, Erval Seco, Liberato Salzano e Gramado dos Loureiros.

Os técnicos já têm visitas agendadas às propriedades em seus respectivos municípios, com acompanhamento do profissional da empresa Bakof Tec e do assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar, para levantamento da situação dos locais onde serão instalados os biodigestores.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink