Pomares de laranjas encolhem 0,7% em São Paulo

Agronegócio

Pomares de laranjas encolhem 0,7% em São Paulo

Por:
1 acessos

Os produtores de laranja estão descartando árvores mais velhas em razão dos elevados custos de manutenção, de acordo com estudo do Instituto de Economia Agrícola (IEA) e da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), ambos ligados à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

A produção de laranjas deve totalizar 354,3 milhões de caixas em 2004/05, volume 1,6% menor que o da safra anterior. "Com os elevados custos de produção, os citricultores optaram por derrubar as árvores pouco produtivas", diz Nelson Martin, diretor do IEA. Com isso, a área plantada encolheu 0,7%.

Já a cana-de-açúcar ganhou área em cima de pastagens degradadas em 2003/04. A área cultivada cresceu 3,1%, para 3,42 milhões de hectares. A safra foi de 239,53 milhões de toneladas, ou 5,1% maior em relação ao período anterior.

A produção paulista de grãos é projetada em 6,2 milhões de toneladas em 2004/05, o que representa aumento de 7,8% em relação ao período anterior. A área aumentou 1,2%, para 1,77 milhão de hectares. O governo prevê um aumento da produtividade média. O levantamento é para as lavouras de soja, arroz, milho, algodão, amendoim e feijão das águas. A produção de soja vai aumentar 12,85%, atingindo 2,03 milhões de toneladas, para um aumento de área de 0,3%.

Preços agrícolas:

O Índice de Preços Recebidos pelos Agricultores (IPR) subiu 1,08% na segunda quadrissemana de janeiro. No período anterior, foi apurada queda de 1,44%. O índice voltou a crescer com a recuperação dos preços de origem vegetal, grupo composto por grãos, frutas, cana-de-açúcar e olerícolas. O grupo teve aumento de 5,39% dos preços, para uma queda de 6,67% do grupo de origem animal: as aves recuaram 22,22% na quadrissemana e os ovos, 22,55%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink