Por dentro da safra: é muito calor

Tabaco

Por dentro da safra: é muito calor

Chuva do fim da tarde dessa segunda-feira, que deixou o clima bem mais agradável no interior de Santa Cruz do Su
Por:
62 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Chuva do fim da tarde dessa segunda-feira, que deixou o clima bem mais agradável no interior de Santa Cruz do Sul. Pena que em alguns lugares o vendaval causou prejuízos. Na propriedade, além de alguns pequenos galhos de árvore, o que caiu mesmo foi a temperatura. Às 15 horas os colegas da Gazeta estiveram na lavoura, onde fazia “apenas” 45 graus. Tudo bem que era sob sol e usamos um termômetro simples, que não é aferido pelo Inmetro. Mas ajuda a dar uma ideia do sufoco que os agricultores e as plantas passam nesta época do ano. Depois da chuva o termômetro caiu para 23 graus por aqui, uma maravilha.

Mais prejuízo na safra

Mas essa grande oscilação de temperatura em pouco tempo não faz nada bem para o tabaco. As lavouras vêm sofrendo nos últimos dias com o excesso de calor e até uma certa falta de chuva. O que foi plantado mais cedo, antes de agosto, já está colhido e aí o problema é menor. A grande preocupação é com o tabaco transplantado da metade de agosto em diante. O calor é tanto que está queimando as folhas, o que afeta a qualidade e, por consequência, pode garantir uma remuneração menor para o colono na hora da venda.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink